Casa do Mané, em Goiânia, apresenta culinária nordestina com a identidade do sertão

Casa do Mané, em Goiânia, apresenta culinária nordestina com a identidade do sertão
Escrito por Aproveite a Cidade no dia na categoria Cidade

Sente-se sob a sombra do limoeiro, no quintal, peça uma cerveja gelada e o cardápio. Prepare-se para reavivar as memórias de viagens pelo Nordeste do País ou para construir a vontade de viajar motivada pelo paladar. A Casa do Mané (@casadomane), no Jardim América, em Goiânia, te ganhará pela simplicidade, pelo sabor literal. A história arraigada na comida será  entendida a cada garfada.

Baião de três da Casa do Mané é bem servido e acompanhado por salada e farinha temperada. Há porções para duas pessoas e para quatro pessoas

As mesas de bar são poucas, apesar de tomarem parte da calçada. Portanto, há vagas limitadas para experimentar as delícias nordestinas diariamente. Sim! O lugar abre todos os dias!  E se a a ocasião é especial, fazem reserva. Ao som de Fagner, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença vários pratos farão seu gosto. Entre os mais tradicionais, está o “baião de três”: arroz, feijão de corda, carne de sol. Some a isso o tempero da casa e pedacinhos de queijo para dar suculência.

As porções são bem servidas. O “baião de três” para duas pessoas (R$ 48,90) foi o bastante para três comerem. Salada de tomate e farinha temperada são os acompanhamentos do prato.  Há porção para quatro pessoas (R$ 62).  A “panelinha mista” com carne de sol e linguiça suína (R$ 41,90) também fez as vezes da visita.  Ao destampar a panela de ferro, o aroma é um espetáculo. Dá vontade de voltar até esgotar todo o cardápio.

Cardápio da Casa do Mané faz referência ao sertão do nordeste. O  restaurante exalta ingredientes considerados pouco nobres e receitas com identidade regional

A Casa do Mané também incorpora receitas típicas de boteco.  Mas é a culinária regional que mais enche a boca de saliva e a cabeça de curiosidade. Confira: “mocotó com dobradinha” (R$23,90); “carneiro ensopado” (R$ 55,90), com 500g de carne; “língua ao molho” (R$38,90). As iguarias são várias, como “sarapatel” – são miúdos e vísceras de porco – (R$33,90 para duas pessoas/ R$42,90 para quatro pessoas); e “arroz com capote”, receita que leva galinha d’angola e cuja porção é para quatro pessoas (R$ 96,90).

O lugar é feito para se desprender de torções no nariz, diante de ingredientes pouco convencionais, e experimentar. A Casa do Mané traz a tona com muito cuidado, mas sem pretensão, os sabores do cotidiano. Cada alimento tem seu valor e as receitas servidas naquele quintal exaltam o cuidado, o preparo, a história do nordestino, as maravilhas advindas do Sertão.

Panelinha mista, de linguiça suína e carne de sol, da Casa do Mané.  Prato é apresentado na panela de ferro. Receitas dão vontade de voltar

 

Casa do Mané – Cozinha Nordestina

Endereço: Rua C-35 Qd 8 Lt11, Jardim América;

Funcionamento: de segunda a sexta, das  17h às 23h; sábado, das 11h às 23h; e domingo das 11h às 17h;

Instagram: @casadomane

Facebook: https://www.facebook.com/CasaDoManeCozinhaNordestina/

Telefone: (62) 3639 – 7078

Palavras chave: , , , , , , ,

,