Quatro lugares que todo mundo tem que conhecer em Goiânia

Quatro lugares que todo mundo tem que conhecer em Goiânia
Escrito por Paula Falcão no dia na categoria Cidade

O time Aproveite a cidade decidiu selecionar quatro lugares que todo mundo tem que conhecer em Goiânia.  Para isso, levamos em consideração a relevância histórica, o valor afetivo desses espaços e a curiosidade que eles podem gerar.

Ou seja, é uma espécie de roteiro turístico básico que dá de fazer com algumas horas livres na capital!  Aliás, uma boa dica é usar o aplicativo de bicicletas compartilhadas para os passeios!

1. Faça um passeio pela Praça Cívica

Sem dúvida, a Praça Cívica é um dos lugares que todo mundo tem que conhecer em Goiânia.  Trata-se do marco inicial da capital. Além de abrigar a residência oficial do governador de Goiás, tem 22 monumentos públicos, grande parte deles em Art Decó, como próprio Palácio das Esmeraldas.

Palácio das Esmeraldas na Praça Cívica, espaço com 22 monumentos públicos tombados | Foto: Carla Falcão

Lembre-se que parte dos elementos que estão na praça ou em torno dela são símbolos da cidade.  Vale uma passadinha pelo Centro Cultural Marieta Telles, conhecer o Museu Estadual Zoroastro Artiaga, observar o Coreto e o Torre do Relógio da Avenida Goiás.  Se der tempo, inclua o Museu Pedro Ludovico no roteiro. É bem pertinho!

 

2. Aprecie as belezas do Bosque dos Buritis

Bosque do Buritis, em Goiânia, faz parte do projeto original da cidade | Foto: Carla Falcão

O Bosque dos Buritis faz parte do projeto original de Goiânia. Ele entrou na lista de quatro lugares que todo mundo tem que conhecer em Goiânia porque o time Aproveite a cidade o considera um dos parques mais bonitos da capital.  É lindo e cheio de história!

O Bosque do Buritis tem lagos ligados por canais.  Pode ir lá fazer um pique-niques, caminhar, relaxar ou brincar com as crianças. O espaço também abriga o  Museu de Arte de Goiânia, um dos mais populares da capital, com exposições periódicas e gratuitas, e o Centro Livre de Artes, onde há aulas de música, dança e artes plásticas por preços acessíveis.

 

3.  Garanta uma bela foto no Beco da Codorna

Beco da Codorna é um das atrações turísticas peculiares de Goiânia | Foto: Carla Falcão

O Museu de Arte Urbana de Goiânia é conhecido popularmente como Beco da Codorna. A entrada é pela Avenida Anhanguera no Centro e o espaço com paredes cheias de arte surpreende. Só em 2014, ele começou a ser tomado por grafites. Há obras de 80 artistas e as pinturas são renovadas periodicamente. A previsão é que a próxima intervenção ocorra em 2019.

 

4. Esporte ao ar livre e Art Decó no Parque Lago das Rosas

Passeio de pedalinho é uma das diversões do Parque Lago das Rosas | Foto: Carla Falcão

O Parque Lago das Rosas também faz parte do plano original de Goiânia e área  também abriga o Zoológico de Goiânia. Por lá, você pode praticar esportes ao ar livre no fim do dia, curtir a área verde ou passear de pedalinho em um dos lagos.

Não se esqueça de observar monumentos em Art decó, como o Trampolim e a mureta, voltada para a Avenida Anhanguera. Goiânia tem um dos maiores acervos com este estilo arquitetônico do mundo!

Você também pode gostar

Palavras chave: , , , , , , , , , , ,

,