Antiga Estação Ferroviária de Goiânia será entregue no dia 10 de maio

Antiga Estação Ferroviária de Goiânia será entregue no dia 10 de maio
Escrito por Carlos Freitas no dia na categoria Cidade

A Antiga Estação Ferroviária tem data de inauguração: 10 de maio. A data foi confirmada Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e também pela Prefeitura de Goiânia.

Assim, como já havíamos adiantado em nossa matéria sobre o local, o prédio será ocupado por uma galeria de artes, um posto da Guarda Civil, a Banca Municipal, um Centro de Atendimento ao Turista (CAT), a Gerência do Patrimônio Histórico municipal, uma unidade da Atende Fácil e um café.

As obras da Antiga Estação Ferroviária estavam, anteriormente, previstas para ser entregues no mês de março. O prédio passou por restaurações em todas a suas instalações. O projeto também irá trazer novo uso ao entorno da Estação. Assim, o custo total foi de R$5,87 milhões, repassados pelo governo federal através do programa PAC Cidades Históricas, do Iphan.

A Antiga Estação Ferroviária

Torre do Relógio da Estação Ferroviária de Goiânia

Torre do Relógio ainda durante a reforma  da Antiga Estação Ferroviária de Goiânia | Foto: Paula Falcão

 

A Estação Ferroviária de Goiânia foi o último dos prédios construídos em Art Déco pelo Estado de Goiás, em 1957. A coordenadora-técnica do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Goiás, Beatriz Otto de Santana, contou, em entrevista ao Aproveite a cidade em novembro de 2018, que intervenção na Estação foi muito que uma simples reforma, já que envolveu a restauração de todo o edifício. Além disso, ocorreu toda a requalificação do entorno mais imediato à obra, na Praça do Trabalhador.

Beatriz informou, em novembro, que para a revitalização foram pensadas duas principais frentes de obras. A primeira foi a restauração do edifício. Portanto, paredes, esquadrias e banheiros foram reformados,  tornando-os salubres e acessíveis.  Foram feitas intervenções para que o edifício passasse a ter acessibilidade corretas. Também houve reformas para que as chuvas não atingissem mais a área interna.

A segunda parte da restauração foi a artística. Assim, os dois painéis de Frei Confaloni, pai da arte moderna em Goiás e precursor da faculdade de Arquitetura no Estado, foram recuperados.  Eles adornam o vão da Estação.

Além disso, a Maria Fumaça, estacionada no local, mudou de lugar, e passou a ficar na plataforma de embarque para acesso, na parte posterior da Estação. Outra parte importante foi a reforma do relógio, que volta a funcionar.

Palavras chave: , , , , , , , , , ,

,