Parque Campininha das Flores expõe parte da história de Campinas

Parque Campininha das Flores expõe parte da história de Campinas
Escrito por Paula Falcão no dia na categoria Cidade

Sabe estes lugares de Goiânia que você vai com frequência e tem propriedade para comentar? O Parque Campininha das Flores é assim para o time Aproveite a cidade.  Trata-se de uma área verde de 32 mil m², na Vila Abajá, que atende toda a região de Campinas. Pela manhã e no entardecer, está sempre movimentado por gente que usa o lugar para praticar esportes, principalmente caminhada.

Vamos combinar que dava para ser bem mais atrativo. As áreas de lazer da capital têm um padrão que pouco ultrapassa a funcionalidade. No Parque Campininha das Flores, o que vai além da pista de cooper, playground e um lago bem modesto, são peças do maquinário de um curtume que existiu no local desde 1915 e funcionou por 85 anos.

As máquinas expostas como esculturas remetem à história do lugar. O referido curtume foi fundado pelo austríaco
José Mulser. Aliás, é ele quem dá nome oficial ao Parque.  José Mulser veio para o Brasil conhecer a Amazônia, mas acabou fincando raízes em um local bem longe da floresta. Não só a beleza da Campininha das Flores, mas também a Primeira Guerra Mundial foram motivos suficientes para ele ficar por aqui.

Outro ponto que retoma o fato do bairro de Campinas ter amplo valor histórico para Goiânia, afinal ele tem 208 anos de fundação porque já foi uma cidadezinha, são as luminárias. Com fiação subterrânea, têm um formato que remete a um lampião. E é bem verdade que isso dá um charme.

Programa cultural e manutenção

Uma das máquinas do curtume que existia, onde hoje fica o Parque Campininha das Flores | Foto: Carla Falcão

Fundado em 2011, o Parque Campininha das Flores teve poucas mudanças desde a sua inauguração. Para quem frequenta, dá de listar mais problemas de manutenção do que melhorias. Parte dos equipamentos urbanos está danificada. E sim isso pode ser consequência de mau uso, que é responsabilidade da comunidade. Mas lá se vão 7 anos sem grandes novidades.

Todavia, algo legal de observar é que a área de lazer realmente tem muitos frequentadores. Também é bom ver treinos funcionais, golzinho improvisado, vôlei, aulas de yoga. Dá de mensurar que qualquer incremento teria uso. O Campininha ainda tem sido palco de eventos culturais, como o projeto Caminhando com Bossa. E estes programas culturais dão ainda mais vida para o lugar.

Aula de yoga em uma manhã de domingo no Parque Campininha das Flores. Nos finais de semana, lugar abriga atividades variadas | Foto: Paula Falcão

 

Você pode conferir mais sobre o Parque assistindo ao vídeo no nosso canal do Youtube. Não esqueça de se inscrever AQUI!

 

Palavras chave: , , , , , , , , ,

,