Retetê oferece balada descolada com entrada grátis no Setor Marista

Retetê oferece balada descolada com entrada grátis no Setor Marista
Escrito por Aproveite a Cidade no dia na categoria Cidade

Sabe uma balada descompromissada, que você não precisa investir em uma baita produção? Um lugar que vai te fazer sentir em casa, mas será bem mais divertido. Descrever o que você encontrará no Retetê (@umretete), no Setor Marista, em Goiânia, é mais ou menos isso aí.  Inaugurado em novembro de 2016, ainda ostenta um conceito único na cidade. Um belo deck para tomar cervejas e drinks estrategicamente pensado para favorecer a interação e sem taxa de entrada.

Carla Falcão e Carlos Freitas do time Aproveite com o amigo Mateus Cecílio durante festa no Retetê

O beer garden mistura um monte de coisas ao mesmo tempo e funciona.  A ideia era simular um encontro informal como se uma viela da capital fosse fechada para receber pessoas dispostas a se divertirem juntas. Mescle o jardim, com um bar, uma pista de dança e gente sentada no chão ou em mesas ao estilo piquenique batendo papo sobre assuntos agradáveis.

A dinâmica funcionou e, normalmente, o Retetê consegue ser uma ótima opção para iniciar a noite. Por abrir mais cedo que uma boate, também tem limite de horário para fechar as portas – no máximo às 2h e depende do dia (veja os horários no final da matéria). Também é o rolê ideal para quem não quer alongar noite adentro ou se sente meio claustrofóbico em meio à lógica tradicional das casas de festas.

Muro do Retetê é grafitado pelo artista goiano Mateus Dutra. Painel é típico fundo para fotos para quem visita o lugar

Encabeçado por Lucas Manga, Carol Maia e Caio Alê, nomes já conhecidos no circuito alternativo de Goiânia por causa da bem-sucedida El Club, o Retetê transpôs a condição de festa do clubinho. Mais do que a temática determinada pelo tipo de música ou o DJ da noite, as pessoas se conectam com o espaço. A inspiração veio de Nova York. Goiânia apresentou-se ideal para o modelo por causa do sol abundante e do tempo seco.

Se há uma vilã para a escolha do Retetê para embalar o happy hour e a noite, é a chuva. Há quem insista em ficar, mas sem dúvida, ela quebra bastante o clima.  A área coberta limita-se a um corredor diante do bar e à pista de dança, bem pequena e cada vez menos frequentada. De uns tempos para cá, quem discoteca já se deslocou para o jardim, onde fica a galera.

Paula Falcão, do time Aproveite, posa com bebida. Às quintas-feiras, o Retetê tem valor único de 10 reais para os drinks

 

O alecrim também aparece na comida da hamburgueria CAWA, mais especificamente nas porções de batatas fritas. Ter uma possibilidade de refeição a alguns passos traz bastante comodidade. Os sanduíches são bem pensados. O pão é macio e o molho é uma assinatura. Apesar de gourmet, algumas opções saem mais baratas que do que se deslocar até o pit dog mais próximo. Fora que comer ali do deck faz parte da experiência do rolê. E ela é ótima.

Sanduíche e batatinha com alecrim do CAWA. Em determinados dias, o lanche pode sair por até 12 reais

 

Retetê

Endereço: Viela 1133, 118 – St. Marista, Goiânia

Funcionamento: Quinta a Domingo

Entrada: Gratuita (Cobra taxa de conveniência de R$5, exceto aos sábados após a meia-noite)

Instagram: @umretete

Facebook: https://www.facebook.com/umretete/

Telefone: (62) 3988-0938

Palavras chave: , , , , , , ,

,