Festival Italiano de Nova Veneza: o cardápio e as novidades da 14ª edição

Festival Italiano de Nova Veneza: o cardápio e as novidades da 14ª edição
Escrito por Carlos Freitas no dia na categoria Gastronomia

O Festival Italiano de Nova Veneza chega nesta semana a sua 14ª edição. O evento acontece de 7 a 10 de junho. São massas, nhoques, lasanhas pizzas, almôndegas, polentas, carnes e os mais variados molhos, servidos para mais de 100 mil pessoas. Esta é a estimativa de público que passará pela cidade, a 44 quilômetros de Goiânia, nos dias de festival.

Entrada de Nova Veneza, cidade a 44 quilômetros de Goiânia, construída por colonos italianos. Local recebe Festival que celebra a cultura do país europeu anualmente | Foto:  Divulgação / Assessoria

A festa, que faz parte do Circuito Goiano de Gastronomia, foi criada para valorizar a história de Nova Veneza, formada por colonos oriundos da Itália e que vieram para o Brasil há mais de 100 anos. Nesta edição, o evento passa a contar com o apoio oficial da Embaixada da Itália no Brasil.

A Cantina da Nonna, principal restaurante do evento, funciona a partir das 19h,  na quinta-feira (7/6) e na sexta-feira (8/6). No sábado (9/6), a Cantina abre para o almoço, a partir das 12h, e para o jantar, às 19h. No domingo (10/6), o estande funciona a partir das 11h.

Além da comida, o Festival tem ainda concursos, apresentações, shows, mostra de filmes e fotografia. Confira aqui a programação completa.

 

Novidades da edição 2018 

Opções de pratos do Festival Italiano de Nova Veneza. Gastronomia ganha ênfase nesta edição | Foto: Divulgação/ Assessoria

As novidades deste ano passam pela Cantina da Nonna. A cozinha oficial do Festival trará os pastéis à la Italiana, com recheios doces e salgados. E as tradicionais polentas fritas, que são o petisco carro-chefe da Cantina da Nonna, ganharam um estande exclusivo.

“É o tempo de fritar e servir. Todos os anos aumentamos a quantidade e sempre é pouco. Por isso, resolvemos inovar e abrir um espaço específico para comercializar a polenta em suas diferentes formas de ser feita”, diz  Vânia Maria Alves, a chefe da cozinha do festival.

Entre os espaços reservados para as atrações gastronômicas haverá, pela primeira vez, um estande para o famoso café italiano, considerado um dos melhores do mundo.

Outra novidade é o Carnivoria Open Air, um dos mais badalados eventos de churrasco do País. A estreia em Goiás será a edição especial durante o Festival Italiano de Nova Veneza. Os organizadores prometem montar um “Circo do Churrasco” e mudar o conceito dos visitantes sobre o preparo e consumo de carnes.

Detalhes do cardápio e preços dos pratos

À moda goiana:  Festival Italiano de Nova Veneza têm receitas com inspiração local, como o penne ao molho “Goiás é bom demais”, que leva frango, açafrão e pequi | Foto:  Divulgação / Assessoria

Segundo a coordenadora geral do Festival Italiano, Maria do Carmo, os alimentos servidos têm um preparo cuidadoso. Algumas das massas servidas são frescas, como as pastas (macarrões). As que não são artesanais, de acordo com ela, foram produzidas com sêmola especial e “diferenciada”.

Para esta edição o cardápio da Cantina da Nonna tem pratos que variam de 15 reais a 35 reais. As pastas, por exemplo, custam todas 30 reais. O penne, o talharim ou o spaghetti podem ser acompanhados por até cinco molhos, um deles, o “Goiás é bom demais”, com frango, açafrão e pequi.

O polpette (almôndegas) varia de preço dependendo do acompanhamento. O polpette con salsa custa 35 reais. O polpette con pasta e o polpette con polenta frita custam 30 reais.

Outro prato é rotollo di pollo, que são rolês de frango ao molho branco com ervas finas e massa. Sai por 30 reais. As polentas custam 15 reais  com molho bolonhesa e 20 reais a porção da frita.

Para fechar, há duas opções de lasanhas (bolonhesa e de frango), ambas por 25 reais. O nhoque, outro tradicional prato italiano, também custa 25 reais.

Dicas para aproveitar o Festival Italiano de Nova Veneza

Apresentações culturais movimentam a programação do Festival Italiano, que passou a ser apoiado pela embaixada da Itália | Foto: Divulgação/ Assessoria

O Aproveite a cidade tem algumas dicas para que vai visitar o Festival!  As fichas para a compra das comidas terão pontos específicos de venda e também caixas volantes por todo o evento. O pagamento poderá ser feito em dinheiro e com cartões de débito e crédito.

Há também estandes que vendem tipos diferentes de comidas, como risotos e panquecas. Segundo a organizadora do evento,  Maria do Carmo, a maioria dos itens vendidos são voltados para a culinária italiana, mas com um toque da cultura do Cerrado. Haverá ainda um empório com produtos ligados à cultura italiana.

O número de estandes de gastronomia aumentou subiu de 20 para 30, desde o ano passado. O Festival tem, no total, 70 expositores de alimentação e artesanato. Os assentos disponíveis para o público também saltaram de 4 mil em 2017 para 6 mil na edição 2018.

No ano passado a iniciativa movimentou R$ 2 milhões na cidade. Em 2018, o Festival Italiano de Nova Veneza deve crescer 50% em relação ao ano anterior,  segundo estimativa da organização.

“Eu espero que seja um Festival de alegria para os participantes. A expectativa é mostrar que o povo goiano e de Nova Veneza é ordeiro e receptivo. Além disso, queremos ampliar o conhecimento e fazer um resgate da cultura italiana, mas com o aconchego do povo goiano”, conclui Maria do Carmo.

Palavras chave: , , , , , , , , , , , , , , , ,

,